,

Globo Rio estreia estúdio panorâmico

sábado, 2 de abril de 2011 Faça um comentário!

A partir do dia 04 de abril, os telejornais locais da Globo no Rio de Janeiro ganham um novo cenário.

O ‘Bom Dia Rio’ e o ‘RJTV’ 1ª e 2ª edições serão ancorados de um estúdio panorâmico de vidro localizado na cobertura da sede da Rede Globo, no bairro do Jardim Botânico. Com mais de 180 graus de visibilidade, do estúdio é possível ver alguns dos principais pontos turísticos do Rio, como a Lagoa Rodrigo de Freitas, as ilhas Cagarras, o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, o parque Jardim Botânico, o Jóquei Clube, o morro Dois Irmãos e as praias de Ipanema e Leblon.

Além da bancada, compõem o cenário ainda um set de entrevistas para receber convidados e monitores que trarão links, interatividade e gráficos. Para não atrapalhar a vista panorâmica, os monitores têm um sistema de retração por controle remoto. O novo estúdio conta com iluminação em LED e vidros especiais importados para equilibrar a iluminação interna com a luz natural. Dois filtros também ajudam nesse equilíbrio e são acionados automaticamente de acordo com as necessidades de cada dia e horário. Com quatro câmeras HD, o estúdio já está preparado para a migração do jornalismo da Rede Globo para as transmissões em alta definição. A comunicação com a sala de controle de produção é feita por meio de fibra ótica, com 250 metros de distância entre um ponto e outro.

 

    PROJETO JÁ EXISTE EM SP

Em 12 de maio de 2008, a Globo São Paulo estreou seu estúdio panorâmico no alto do recém inaugurado edifício da emissora no bairro do Brooklin. Do estúdio é possível ver as pistas da Marginal Pinheiros nos dois sentidos (sentido centro/sentido bairro), a ponte Octávio Frias de Oliveira (Ponte Estaiada), edifícios como o hotéis Hilton e Sheraton, o complexo empresarial WTC, além do início da Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, importante via que concentra um dos maiores polos comercias da cidade.

Funcionando como cenário na apresentação dos telejornais locais Bom Dia São Paulo, SPTV 1ª e 2ª Edição, o estúdio de vidro reúne mini gruas e câmeras HD (alta definição), apesar dos telejornais ainda serem transmitidos no formato SD (definição padrão). Para controlar a luz, o espaço conta com um sistema automatizado de iluminação. Com este recurso é possível dosar a intensidade de calor do ambiente. A comunicação entre o estúdio e a sala de controle de produção é feita por meio de fibra ótica com 800 metros de distância entre os dois pontos.

 

Com informações da Central Globo de Comunicação

0 comentários »