,

Em oito capítulos, “O Brado Retumbante” revela os bastidores do poder

sábado, 14 de janeiro de 2012 Faça um comentário!

As intimidades, os bastidores e as decisões que cercam um Presidente da República sempre foram motivos de curiosidade para muitos. Em “O Brado Retumbante”, que estreia nesta terça dia 17, Paulo Ventura (Domingos Montagner) pode ser descrito como um herói daqueles. Ele não está acima nem do bem e nem do mal, uma vez que coleciona inúmeras imperfeições que o aproximam do cidadão mais comum. Mas este homem, que entrou para a política por convicção e permaneceu nela por acidente, é imune à corrupção e não esmorece por mais dura que seja a batalha.

Advogado formado, Paulo tem como característica a firmeza na hora de defender suas ideias. Engajado e com vocação para liderança, elege-se deputado. Vítima de uma armação política, Ventura chega à presidência da Câmara e, a partir de um capricho do destino, assume a Presidência da nação. Nos bastidores, Paulo encontra sujeira, falcatruas e ameaças. Com simpatia, inteligência e jogo de cintura, ele promete enfrentar de peito aberto esta missão.

 

A MULHER

Foto: João Cotta/TV Globo

Esposa de Paulo e primeira-dama do Brasil, Antonia (Maria Fernanda Cândido) nasceu em berço esplêndido. Teve como base uma educação primorosa, mas decepcionou seus pais ao se envolver com política estudantil, e, especialmente, ao abandonar o curso de Direito para se dedicar à História e se casar com ele, na época muito jovem e já grávida de seu primeiro filho.

Dispostos a vencer todas as dificuldades, Antonia e Paulo lutaram contra tudo e contra todos. Trabalhavam de dia, estudavam de noite e eram felizes no seu amor de juventude. O sentimento era tão intenso, que ela jamais imaginaria as inúmeras aventuras do marido fora do casamento. Ele só não contava que um dia Antonia cansaria.

Não se sabe se por amor ou por compaixão, o fato é que ela buscou forças não só para perdoá-lo, mas como também para encarar a profissão de primeira-dama, algo que nunca almejou. Ela sempre soube que era o ponto de equilíbrio de Paulo. Sem ela, ele ficaria literalmente à deriva. E o país, ficaria com dois presidentes-fantasmas: um desaparecido e outro afogado em seus vícios.

 

AS MULHERES

Foto: Frederico Rozário/TV Globo

Antonia jamais deixará de ser a titular no coração de Paulo. Talvez ela até preferisse ser menos amada em troca de fidelidade. Essa foi, inclusive, a condição, primordial para reatar seu casamento com ele às vésperas da posse como presidente da República. Um pedido único e simples, mas que Paulo simplesmente não conseguiu cumprir. O sexo feminino é seu calcanhar de Aquiles.

A começar por Fernanda (Mariana Lima), a deputada charmosa e que faz a comunicação entre a presidência e o Congresso. Apesar de tentar manter a postura firme, ela não consegue disfarçar sua paixão por Paulo. Muito menos esconder isso de Antonia, que percebe tudo e não deixa por menos, trocando farpas a todo momento com ela.

As oportunidades de novos amores surgem no ambiente de trabalho. Depois do envolvimento com Alessandra (Alinne Rosa), esposa de um senador baiano, Paulo Ventura cai nos encantos de Fátima (Marina Elali), intérprete de um chefe de estado. A bela e misteriosa morena filha de brasileira com libanês, Fátima mexe com Paulo de tal forma que ele decide armar uma viagem de negócios apenas para encontrá-la.

 

OS IDEAIS

Foto: Estevam Avellar/TV Globo

Antes mesmo de virar presidente, ele não poupava esforços contra a corrupção. Criou um aliado utilizando as redes sociais– o blog Sonho Intenso. Logo, sua página pessoal na internet atraiu milhares de jovens e se transformou em um grande sucesso. É através dele que ele apresenta à população seus projetos e em pouco tempo multiplica suas ideias, encurralando a classe política em um beco sem saída.

No dia em que comemora o primeiro milhão de assinaturas em seu blog, ao sair de uma solenidade no Theatro Municipal, Paulo sofre um atentado. Além de atingido, vê seu segurança cair em seus braços. Ele é operado e se recusa a passar a presidência para Floriano (José Wilker), como sugere o Senador (Luiz Carlos Miele) em uma visita ao hospital.

 

OS INIMIGOS

Foto: Matheus Cabral/TV Globo

O descontraído de Paulo Ventura faz dele um presidente popular, esta mesma face promete atrair também críticas e ameaças. A independência política tem um preço alto. Acreditando que poderia governar apenas com o apoio de seu grupo palaciano e com os altos índices de aprovação popular, Ventura vai experimentar o ímpeto destrutivo de seus inimigos.

O vilão mais explícito desta história, Floriano, já foi amigo de Paulo. Na juventude, formavam um trio de advogados jovens, idealistas e inseparáveis, dispostos a mudar o mundo. Mas a vida os colocou em lados opostos. Frio, calculista e extremamente vaidoso, Floriano vem sendo preparado pelos cardeais da velha política para ser o próximo presidente da república.

Mentor de Floriano, Senador (Luiz Carlos Miele) é um poderoso político da Velha Guarda, tão emblemático que não é preciso nem chamá-lo pelo nome – todos sabem que ele é “O Senador”. Uma figura polida e gentil, mas que tentará parar Paulo pelo caminho ao sentir-se ameaçado pelas denúncias de corrupção.

 

CHAMADA NA TV

 

O Brado Retumbante” é uma obra escrita por Euclydes Marinho com a colaboração de Nelson Motta, Guilherme Fiuza e Denise Bandeira. A direção de núcleo é de Ricardo Waddington e a direção geral é de Gustavo Fernandez.

A minissérie estreia no dia 17 de janeiro, de terça à sexta-feira, logo após Big Brother Brasil.

0 comentários »