Rock in Rio 2011: Maior festival de música do mundo acontece a partir desta sexta

segunda-feira, 19 de setembro de 2011 Faça um comentário!

Foto: Arte/48 Horas

A grandiosidade do Rock in Rio é representada pelo seus números. Foram 9 edições realizadas em 3 países, 5 milhões de ingressos vendidos para ver 656 bandas dos mais diferentes estilos musicais, 780 horas de transmissão para 80 países, com aproximadamente 1 bilhão de espectadores.

Longe do país de origem por dez anos, o Rock in Rio volta para o Brasil esse ano, evitando ao máximo cometer os erros do passado. Serão mais 70 atrações em 7 dias de evento.

Assista os shows do Rock in Rio, clique aqui

A estrutura montada para receber o público também impressiona. A nova Cidade do Rock, construída em frente á original que foi utilizada em duas edições do evento no país, tem hoje 250 mil metros quadrados e conta agora com grama sintética e espaço para atividades parelelas aos shows.

Grandes bandas e artistas do mundo da música já passaram pelos palcos do Rock in Rio: AC/DC, Ozzy Osbourne, Queen, Iron Maiden, Barão Vermelho, Paralamas do Sucesso, Erasmo Carlos, Guns N’Roses, Prince, Capital Inicial, Titãs, Foo Fighters, Red Hot Chili Peppers, Oasis, Britney Spears, Ultraje a Rigor, Paul MacCartney, Shakira, Amy Winehouse, Ivete Sangalo, Lenny Kravitz, Elton John, Metallica, Motörhead, entre outros tantos.

Foto: Divulgação

 

HISTÓRIAS DO ROCK IN RIO

Como em qualquer evento desse porte, a excentricidade e exigências dos variados artistas acabam virando um destaque á parte.

Na primeira edição do evento em 1985, a banda AC/DC exigiu um sino de meia tonelada para tocar no evento. Roberto Medina, criador do Rock in Rio, tentou negociar a desistência da ideia, mais foi em vão. O sino teve de ser trazido de navio para o Rio de Janeiro. O peso não seria suportado pela estrutura do palco e, para cumprir a exigência, foi feito uma réplica em gesso. Durante todo o show da banda, o tal sino foi tocado uma única vez.

No mesmo anos, foi incluído no contrato de Ozzy Osbourne uma cláusula no mínimo curiosa. Para tocar no evento ele não poderia comer “morcegos, derivados e semelhantes”. A atitude foi tomada pelos organizadores após serem notificados pela “Sociedade Protetora dos Animais” devido ao famoso episódio em que Ozzy mordeu a cabeça de um morcego em um show, no ano de 1982, e teve de ser levado às pressas para o hospital.

Já em 1991 foi a vez de Prince dar seu ataque de estrelismo. Horas antes do show pediu nada menos que 700 toalhas brancas. Roberto Medina* recorda a correria que o estranho pedido causou: “Eu ia nos hotéis buscar toalhas brancas pro Prince. Tenho toalhas dele até hoje. No final ele usou somente duas”.

Além da debandada que aconteceu meses antes do início do evento, onde Raimundos, Charlie Brown Jr., Cidade Negra, O Rappa, Skank e Jota Quest se diziam vítimas de discriminação, na terceira edição do evento em 2001, Carlinhos Brown enfrentou uma chuva de garrafas de plástico do público presente.

No Rock in Rio Lisboa em 2006, a banda Guns N’ Roses queria entrar de qualquer forma mais cedo no palco. “Foi uma discussão, uma gritaria enorme, o empresário deles ameaçou abandonar o evento se não entrassem mais cedo. Eles queriam que tirássemos a banda que já estava cantando.” lembra Roberta Medina**, produtora do festival. Com os ânimos já acalmados, um outro susto.  Uma calça jeans que um dos integrantes teimava em usar no show [que estava dentro do avião, no aeroporto da cidade] foi o motivo de um grande atraso no início da apresentação da banda.

Segundo ela, em 2011 e pelo menos até agora, não há excentricides. “O pessoal do Red Hot pediu uma cozinha exclusiva para o chef próprio deles trabalhar. A Rihanna quer uma TV dentro do camarim com tudo que está sendo transmitido no festival. Ela quer acompanhar tudo. Mas sabe qual a exigência que eu mais gostei? Da Janelle Monáe. Ela pediu duas telas de pintura. Quer ficar pintando antes dos shows. Acho que hoje o mercado está muito mais profissional, não dá tempo para tanta gracinha”, diz.

 

COBERTURA DO EVENTO

Dona dos direitos de exibição do Rock in Rio desde a primeira edição, a Rede Globo fará uma cobertura especial sobre o evento. Além da jornalística que abrange todos os telejornais da casa, programas e reportagens especiais mostrarão os bastidores das apresentações e compactos com os melhores momentos. Começa na sexta dia 23, logo após o “Jornal da Globo”.

Na TV fechada, Erika Mader, Luisa Micheletti, Dani Monteiro, Fernando Caruso, Didi Wagner e Beto Lee fazem para o a cobertura do evento para o Multishow, que além dos portais Globo.com (para o Brasil) e YouTube (para o mundo todo), também transmitirá o evento na íntegra.

Somente com a parte “jornalística”, MTV e MixTV também prometem dar destaque ás apresentações.

 


com informações da CGCOM – Central Globo de comunicação e Assessoria de imprensa Rock in Rio (Approach)
* Em entrevista ao programa Almanaque, da Globo News
** Em entrevista ao portal iG

1 comentários »

  • Anônimo said:  

    bacana