,

Adriane Galisteu: “Meu programa vai ser pautado pelo Twitter”. Conheça o “Muito +”

sábado, 7 de janeiro de 2012 Faça um comentário!

Ela já apresentou programa á tarde, á noite, de madrugada. Já teve que instigar o telespectador a contar quantos feijões estava dentro de uma panela de pressão. Seja com entrevistas, musicais, games ou falando de moda, Adriane Galisteu é o tipo da apresentadora que se encaixa em qualquer tipo de formato da TV, mesmo que o sucesso deles ainda sejam questionados, está sempre se reinventando.

A mais recente tacada na carreira televisiva de Galisteu atende por “Muito +”. A  nova “revista eletrônica” da TV brasileira estreia esta segunda na Band. A expectativa da emissora é que a atração pelo menos dobre a audiência do horário, que é de (sic) 1 ponto.

 

ENTREVISTA

Ela já estreou tanto na TV que falta até assunto na hora de comentar os novos projetos. Galisteu resolveu falar sobre mais essa fase ao Portal iG, mais precisamente à Fernando Oliveira, do quinto escalão do jornalismo de entretenimento.

Na entrevista, ela diz que seu programa vai ser pautado pelo Twitter (?): “A base do programa vai ser o twitter do próprio famoso. Por exemplo: alguém tuitou que foi na academia ou está no trânsito. Vamos transformar essa pessoa num assunto.”

O colunista questiona o sucesso de seu último trabalho na TV, o “Projeto Fashion”, reality de moda que no Brasil, começou e terminou sem o público perceber. Galisteu responde: “Estou na luta pra ter a segunda edição mas, mesmo que já houvesse um ok para que isso acontecer, teríamos de três a cinco meses para começar a produzir outro. A gente só pode fazer um por ano. Os índices não foram enormes, mas dobramos a audiência do horário.”

O programa raramente ultrapassava a barreira de 1 ponto. A reprise do “Projeto Fashion” conseguia a proeza de ser mais assistida que a exibição original.

Querendo mostrar ousadia nas perguntas fracas, Fernando Oliveira não honra o Prêmio Esso que concorreu e dispara: “É verdade que o ‘Muito +’ vai ressuscitar o quadro em que os espectadores telefonam e têm de dizer ‘Como vai, Galisteu?’”. A loira mais esperta, responde á altura: “Eu adoraria ressuscitar o “Como vai, Galisteu?”. Mas até agora ninguém me falou nada sobre o assunto.”

 

RELEMBRE O QUADRO

Embora tenha apresentado por dois anos um programa á tarde no SBT e Fernando Oliveira tivesse esquecido de pesquisar, Adriane Galisteu responde ao colunista do iG se “por ter hábitos e prática na apresentação de programas noturnos, irá se adaptar no ~novo~ horário”.

“Não, não, eu sou famosa por apresentar meus programas em horários bombas. Há muito tempo não me dão um programa em horário bom! Era sempre madrugada, ou tarde da noite de sábado… Mas no início do SBT fiquei no ar à tarde, nunca por muito tempo no mesmo horário, claro.”, diz relembrando os velhos tempos.

 

O PROGRAMA

Galisteu vai dividir a apresentação com a baiana Rita Batista, conhecida no Brasil pelas transmissões do Band Folia, e com o carioca Lysando Kapila. Além deles, completam o elenco Daniel Carvalho, criador do blog da personagem virtual Katylene, e Vinícius Gomez, twitteiro queridinho das estrelas, vão comentar as principais notícias (do twitter?).

As reportagens ficam sob responsabilidade de Mônica Apor, ex-repórter do TV Fama, e Lela Gomes. Semanalmente, colaboradores também fazem participações. A jornalista Vivi Mascaro vai contar os segredos exclusivos da alta sociedade. O stylist Raphael Mendonça vai comentar o estilo, ou a falta dele, dos famosos. A colunista Mica Rocha vai mostrar a intimidade e Léo Dias as notícias exclusivas das celebridades, direto do Rio de Janeiro.

 

Em tempo, “Muito +” estreia segunda dia 9 de janeiro, 15h30 na Band.

0 comentários »