SBT estreia “Gabi Quase Proibida”

terça-feira, 25 de junho de 2013 Faça um comentário!

O SBT estreia nesta quarta-feira, 26 de junho, o “Gabi Quase Proibida”. Marília Gabriela trará informação aliada ao entretenimento com entrevistas sobre sexo que vão esquentar as madrugadas do canal. Ela vai falar abertamente com especialistas, artistas e convidados em geral sobre temas como: orientação sexual, pedofilia, transexualismo, saúde, novidades e dicas para esquentar a relação a dois, entre outros assuntos relacionados à temática.

Os telespectadores também poderão participar da atração, enviando suas dúvidas e comentários para os convidados através das redes sociais do programa. O primeiro programa contará com a participação do cantor e compositor Ney Matogrosso, que falará sobre sua história, sua carreira e curiosidades de sua vida pessoal.

Ney fala ainda sobre as polêmicas da atualidade, como as manifestações populares e a "cura gay". Confira as melhores frases da entrevista:

Pela primeira vez estamos vendo os políticos abalados. (sobre as manifestações populares)

No momento da confusão eles deixaram passar aquela bobagem. (sobre a “cura gay”)

Só na cabeça de gente doente é que pode passar uma ideia dessas. (sobre a “cura gay”)

Não sou de cantar ninguém e não gosto que me cantem. Acho meio estranho.

Hoje em dia, o que me dá tesão é carinho. Antigamente, sexo para mim era como lavar as mãos.

Com 11 anos eu descobri a masturbação e era uma loucura.

A primeira vez que fumei maconha foi em Brasília. Na época as pessoas fumavam no jardim, regando as plantas. Maconha não tinha esse estigma de crime, de bandidagem.

O que eu pretendia mostrar era a sexualidade masculina. Eu nunca quis ser mulher.

Por que os homens não podiam mexer o quadril? Elvis Presley já mexia.

Durou 3 meses. Foi só isso, mas foi uma fogueira de 3 metros de altura. Foi a primeira vez que eu vislumbrei ter uma história com alguém. (sobre seu namoro com Cazuza)

Quando ele (Cazuza) ficou doente, eu disse: “Estou, vou fazer um teste só para confirmar”. Milagrosamente, eu não estava.

Sexo é a mola propulsora da humanidade.

O programa tem a direção de Maria Helena Amaral.

 

0 comentários »