,

Pegadinha comercial do “Pânico na TV” pode trazer sérias consequencias ao programa

domingo, 15 de maio de 2011 Faça um comentário!

O programa “Pânico na TV” pode não ser um sinônimo de credibilidade na TV brasileira, muito menos conhecido pela qualidade das suas produções. Pelo contrário, com um roteiro improvisado e mambembe, ainda assim é um dos programas mais rentáveis de sua emissora, a RedeTV!. Porém, a equipe comandada por Emílio Surita se meteu em uma encrenca, ou melhor, transparece que estão encrencados.

Motivado pelo espírito de “originalidade” que move sua equipe, o programa está em constante procura por novidades que possam ao mesmo tempo, causar sucesso momentâneo, e custar pouco para a emissora.

Foi assim que o Brasil conheceu Zina, um torcedor corintiano, que além de não ter graça em momento algum, não falava coisa com coisa na TV. A garotada gostava, aplaudia aquilo tudo como se fosse a grande descoberta da cultura nacional. Após seu envolvimento em confusões, Zina foi descartado.

Depois veio Gorete, uma jovem sem dentes e desprovida de beleza que foi, por longos domingos, garantia de audiência na atração. Sendo amplamente explorada (ou como eles gostam de falar, sendo ajudada pelo programa). Ok.

A última empreitada foi em duas garotas europeias que, aparentemente, gostariam de conhecer o Brasil. Após o sucesso que fizeram pela internet, a produção do programa tratou de buscar as duas para estrelar um reality, onde elas conheceriam o Brasil ao lado de Sabrina Sato. Novamente um sucesso garantido.

Mas estávamos diante de uma farsa.

A história começou a mudar a partir de quinta feira passada, quando o jornal Folha de S. Paulo descobriu que tudo não passava de uma jogada comercial para o lançamento de uma nova cerveja no mercado. A CBBP (Companhia Brasileira de Bebidas Premium), responsável pela cerveja e (sic) articuladora da campanha, apostou no chamado “ambush marketing”, o marketing de emboscada que, em outras palavras, engana o público para tentar vender a marca/produto. Poderia não ter problema algum se o próprio programa Pânico não fosse patrocinado por outra cerveja, a Skol.

Do aspecto comercial, o patrocínio de duas empresas concorrentes no mesmo ramo e em uma única atração na TV, além de ser inviável, traz prejuízos para a marca e para a imagem da empresa. Mais não para o programa, que lucra com as duas.

Com contrato de exclusividade no dominical, a AmBev, dona da marca Skol, agora exije explicações.

Bom, vamos aos fatos:

  1. Ingenuidade é uma característica que não combina com o Pânico na TV. Basta olhar para tudo o que o programa já fez nesses anos todos na televisão. O telespectador assíduo sabe bem do que estou falando.
  2. Em qualquer atração de TV, seja ela o mais sofrível programa do mundo, sempre há uma montanha de papelada a ser assinada. Tanto pra exclusividade, pra direitos de imagem, pra utilização artística, pra utilização comercial, e assim vai... Seja ela numa simples participação especial de 2 segundos na madrugada, seja ela para estrelar reality shows, que é caso dessas tchecas. E lá constaria SEU NOME, o número dos seus documentos, dos seus pais…
  3. Nada melhor que uma polêmica pra lançar uma cerveja, não é mesmo? Como já vimos com a Devassa, que teve comercial com Paris Hilton proibidos de veiculação e com a Kaiser que comprou uma capa na revista Caras, forjando o namoro de Karina Bacchi com um baixinho que era garoto propaganda da cerveja.

Agora, o que parece uma grande brincadeira, pode sair caro para o programa.

O Brasil até hoje não se esqueceu do fatídico domingo em que na televisão brasileira, uma entrevista falsa com integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) foi levada ao ar por Gugu Liberato no programa Domingo Legal, do SBT.

Na época, o que era pra ser inédito e exclusivo, tornou-se o mais lamentável episódio de desrespeito e falta de ética que já se viu, com graves consequências para a imagem do programa, e do apresentador. O dominical começou a perder anunciantes, audiência e credibilidade. O mais assistido programa de auditório da TV, no inicio dos anos 2000, até hoje, patina em audiência.

O programa Pânico nega veementemente que sabia da jogada de marketing da empresa por trás das “tchecas do Brasil”. Nega da mesma forma que um dia, Augusto Liberato também negou que sabia da falsidade da entrevista com membros do PCC.

É preciso ter cuidado. O pensamento e o poder do telespectador hoje em dia são bem diferentes, e qualquer deslize pode ser fatal para a carreira de qualquer um que se expõe na TV.

O que esperar de uma empresa que faz emboscada de marketing para atrair atenção do público? O que esperar de um programa, que se diz inocente e aquém de qualquer responsabilidade, mais que permite esse tipo de comportamento, enganando os seus telespectadores?

É aguardar pra ver.

 

TV FOLHA: Jornal exibe o momente em que, supostamente, o diretor do Pânico descobre a farsa

20 comentários »

  • Anônimo said:  

    Suas idéias são sublimes. A cada dia que passa tem mais gente cortando os fios que possibilita a manipulação ,por parte da TV, dos seus telespectadores. Grato pelo post.

  • Anônimo said:  


    Pau no cu deles que são um bando de otario e sem vergonha.

  • Eu não said:  


    Eles mereceram, por terem um programa tao idiota e ridiculo.

  • william haddad said:  

    ZIVUDERAM KKKKKKKKKKKKKKKKK EXPERIMENTARAM DO PRÓPRIO VENENO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK CHUPA PÂNICO NA TV DIGO PÍNICO NA TV CHUPA QUE O PICOLÉ DIGO BEBE A CERVEJA ANTES QUE ESQUENTE AINDA MAIS..........

  • Anônimo said:  

    Hummm JUJU panicat!!!!
    FAP FAP FAP FAP FAP FAP FAP FAP.....

  • Anônimo said:  

    Me desculpa, mas nada que a televisão mostra em quase todos os casos é pura verdade... se duvidar os filmes possuem mais verdades sobre a realidade do que um matéria em um telejornal ou em uma revista de renome. Não é só o o programa do Pânico e do Gugu que apresentam mentiras para a sociedade. Em relação ao poder do telespectador acredito que é ao contrario do que você diz... as pessoas estão sendo cada vez mais iludidas pela mídia e nem se dão conta disso.

  • Anônimo said:  

    eu acho q dessa vez o panico tá certo,mas porém todos os domingos eles ficam apelando,viu a cara de desconfiado do alan ohooo diretor
    foi um tiro no pé ou seja deram um tiro ex as tais tchecas.....nunca ouvi falar desta marca de cerveja.....

  • Dienes said:  

    Essas emissoras querem é grana, não importa de onde venha...


    Visite meu site também www.yny.com.br tem tv online, games, piadas, curiosidades e troca de banner para seu site/blog.

  • Ullisses said:  

    fica dificil dar credibilidade a um texto onde se encontra um "...mais tudo bem"

  • Sasuke Sikar said:  

    Muito bom o Seuj blog e o post esta muito bem feito.
    Se tiverem um tempo visitem meu blog de humor seu tobias.Segue o link abaixo

    www.seutobias.blogspot.com

    Grato desde ja.
    Flws

  • Anônimo said:  

    Panica esta cada dias mas decadente e fato..no ultimo programa eles queriam mostrar a namorada do ceara..afs..se eu kiser saber com quem ele ta namorando eu assisto tv fama pohha...o programa deixou de ser engraçado desde o ano passado..

  • bbto said:  

    Você escreve bem, então por que insiste em escrever "mais" no lugar de "mas" ? Não entendo essas pessoas.

  • -----------------SCHALLAKO------------------ said:  

    E viva o nosso Brasil... Cheio de "espertinhos" e "ingênuos"
    http://facaso.blogspot.com/

  • anapacheco07 said:  

    a.d.o.r.e.i. tudo que você disse

  • Schueler said:  

    COM CERTEZA essa "nova" cerveja é do mesmo grupo da Skoll e tanto a cervejaria como a produção do Pânico tão juntas nessa história. O único enganado nesta história, como sempre, é o consumidor/telespectador.
    Alguém aí reparou que o rótulo da "PROIBIDA" é parecido com a da BRAHMA? È igualzinho ao rótulo antigo da BRAHMA, creio, de propósito. É como a Gessy Lever faz, criando várias marcas "concorrentes" do mesmo produto, para faixas de consumo diferentes, dominando as prateleiras das lojas e fazendo o dinheiro de diferentes tipos de conumidor vir para o mesmo cofre.
    FALA SÉRIO!!! "Pegadinha do malandro"... só se for com o consumidor.

  • Anônimo said:  

    Pânico suja a mente das pessoas com bunda e ignorância. Enfim, toma cuidado ao confundir 'mas' e 'mais'.

  • Anônimo said:  

    Acredito que o Panico nao eh inocente. Quem esta sendo enganado eh a Ambev que paga um contrato de exclusividade e o Panico nao cumpre ganhando tambem de outra cervejaria com sua tipicas situacoes forjadas.

  • Anônimo said:  

    este programa nunca foi de credibilidade, é pura baixaria, denegrindo imagens de pessoas pobres, e ainda dizem que fazem é ajudar, ingenuo quem pensa isto, uma das vezes que estava MUDANDO DE CANAL, PENSEI SER PROGRAMA PORNOGRAFICO, NÃO , o que não presta fica na tv. Não sou a favor da sensura, mas de um pouco de bom senso das produções de tvs.

  • Dicas da Nutri said:  

    Com certeza deve ser mais uma pegadinha!
    http://nutrikatia.blogspot.com