Emissoras do Brasil têm cobertura intensa sobre os ataques em Paris

sábado, 14 de novembro de 2015 Faça um comentário!

Um dia após os maiores atentados terroristas da história recente da França, as principais emissoras de TV do país deram amplo destaque ao assunto nos telejornais deste sábado. Enviados especiais à capital francesa mostraram, em diferentes pontos de vista, o horror da tragédia que chocou o planeta.

Cobertura especial

Correspondentes e enviados especiais no JN (Foto: Reprodução/TV Globo)A Globo dedicou mais de 1 hora de seu principal telejornal para a cobertura dos atentados. Com correspondentes espalhados por diversas partes de Paris, o Jornal Nacional detalhou os eventos ocorridos na sexta-feira e a reação dos parisienses aos ataques.

O primeiro alvo dos atentados terroristas na cidade, o Stade de France, recebia a partida entre a seleção francesa e alemã e a repórter da Globo News Carolina Cimenti estava entre os espectadores. Ela contou o clima no estádio após os ataques.

A diversão que se transformou em uma noite de terror. Restaurantes famosos de Paris foram os alvos seguintes dos terroristas. A correspondente Ilze Scamparini mostrou a sequência de fatos que deixaram 12 mortos e 3 brasileiros feridos.

Carnificina na casa de espetáculos. Roberto Kovalick mostrou a barbárie no Bataclan, local da morte de pelo menos 80 pessoas.

Os próximos alvos. Bianca Rothier, jornalista da Globo News, destacou a repercussão das autoridades francesas e as novas ameaças do Estado Islâmico.

O correspondente Pedro Vêdova, que acompanhou os ataques ao jornal Charlie Hebdo em janeiro, foi o responsável por mostrar as manifestações de solidariedade às vítimas dos atentados. O JN contou ainda com reportagens dos correspondentes em Nova York, Londres, Turquia e Japão.

Renata Capucci e Sandra Annenberg (Foto: Reprodução/TV Globo)Mais cedo, a cobertura da emissora ganhou uma edição especial do telejornal Hora Um apresentado pela jornalista Renata Capucci. Sandra Annenberg continuou em interrupções dentro do programa É de Casa. O assunto também foi o principal destaque do Jornal Hoje.

Correspondentes no local da tragédia

Correspondentes internacionais em Paris (Foto: Reprodução de TV)A cobertura dos atentados em Paris modificou o cronograma de alguns correspondentes internacionais. Originalmente deslocado para a reunião do G20, que acontece na Turquia, o repórter Sérgio Utsch mostrou os acontecimentos e as homenagens às vítimas dos atentados pelo SBT Brasil. O dia seguinte ao ataque, com a reação de perplexidade dos parisienses, foi o destaque do correspondente Elcio Ramalho.

A vigília dos moradores da cidade também foi destaque no Jornal da Record. O repórter André Tal mostrou uma capital emocionalmente abalada pelos acontecimentos.

No Jornal da Band, Sérgio Gabriel destacou a caça aos terroristas. Já a correspondente Sonia Blota contou o medo da população em sair nas ruas. O enviado especial Felipe Kieling, do BandSports, mostrou a sequência de acontecimentos no Stade de France, o primeiro alvo dos atentados.

0 comentários »