Record estreia “Dona Xepa”

segunda-feira, 20 de maio de 2013 Faça um comentário!

A partir desta terça, dia 21, a Record estreia sua nova novela, “Dona Xepa”. O remake é uma adaptação de Gustavo Reiz, inspirada na peça homônima de Pedro Bloch, conta uma história atemporal sobre o amor de uma mãe pelos filhos. A direção geral é de Ivan Zettel.

Ambientada em São Paulo, a novela transita pelo diversificado universo da feira livre e a concorrida alta sociedade, abordando questões familiares que atravessam as barreiras das camadas sociais.

Com muito humor, “Dona Xepa traz à tona questões atuais, como o avanço imobiliário sobre as regiões residenciais, a ascensão da classe C, a busca desmedida pela fama, a influência da internet e das redes sociais na vida das pessoas, entre outras. Por meio de personagens facilmente reconhecíveis na sociedade, a novela traça um retrato fiel da realidade brasileira, com uma história profundamente humana, divertida e atual. 

Na trama, a feirante Carlota Losano (Ângela Leal) é uma mulher inculta, simpática e explosiva, conhecida por todos da Vila do Antigo Bonde como Dona Xepa. Bondosa e dona de um otimismo singular, ganhou o apelido por distribuir o que sobra em sua barraca aos pobres. Sem instrução e abandonada pelo marido, Esmeraldino (Zé Dumont), Dona Xepa cumpre o papel de mãe e pai, trabalhando dobrado para garantir um futuro digno aos filhos, Édison (Arthur Aguiar) e Rosália (Thais Fersoza). Ao ser questionada sobre a dedicação integral aos filhos, Xepa é categórica ao afirmar que não faz nenhum sacrifício. Diz que pobre é a mãe que não pode fazer tudo pelos herdeiros. Assim é a protagonista desta história; a figura materna em sua expressão máxima. Mas será que, ao depositar tantas esperanças nos filhos, Dona Xepa não estaria reservando para si um futuro de decepções? Ou eles seriam, de fato, o orgulho daquela mãe?

Os filhos

Édison é o mais novo e cursa Arquitetura e Urbanismo numa faculdade particular. Namora há anos a doce Yasmin (Pérola Faria), sua vizinha na Vila do Antigo Bonde, e dá aulas de futebol para meninos de uma comunidade carente. Yasmin é estudante de moda e vive preocupada com a mãe, Geni (Marcella Muniz), uma mulher muito dependente da filha. Édison vive entre dois mundos; sua realidade como filho de feirante e seu cotidiano entre os jovens ricos da faculdade, como Rick (Diego Montez) e Cintia (Manuela Duarte). Com seus modernos projetos arquitetônicos, Édison ganhará a antipatia de Lis (Rayana Carvalho), estudante de História que luta pela preservação do patrimônio histórico. Determinado a ter sucesso por meio do trabalho, Édison pretende dar uma vida melhor à mãe. Mesmo tendo esta nobre motivação, o jovem esconde de todos na faculdade a sua origem. Quando esses dois mundos se encontram, os planos de Édison tendem a tomar rumos bem diferentes do que ele havia imaginado.

Ao contrário do irmão, que tem muitos sonhos, Rosália tem um projeto muito objetivo para a própria vida: quer abandonar aquela rotina miserável da Vila do Antigo Bonde. Rosália se formou em Direito numa faculdade particular e, no início da trama, trabalha no escritório do advogado Marcos (Juan Alba), com quem mantém um relacionamento extraconjugal. Ambiciosa e sedutora, Rosália vê no casamento com um homem rico a sua grande chance de mudar de vida. É justamente com esse intuito que ela se aproximará de Isabela (Gabriela Durlo), filha do conhecido deputado Feliciano Barros (Giuseppe Oristânio) e noiva do jovem empresário Vitor Hugo Pantaleão (Marcio Kieling). Ao perceber que a jovem tem tudo aquilo que ela sempre sonhou para a sua vida, Rosália usará de mentiras e armações para se tornar sua melhor amiga, com um objetivo bem claro: pretende se casar com Vitor Hugo Pantaleão. Se o destino parece favorável aos planos de Rosália, certamente Dona Xepa não concordaria com as ações da filha. Mas para conseguir o que deseja, Rosália seria capaz de enganar e passar por cima da própria mãe.

Ao se aproximar de Isabela e Vitor Hugo, Rosália despertará o interesse de François (Gabriel Gracindo), filho da estilistaCatherine (Ittala Nandi) e um sujeito interesseiro, de caráter duvidoso, que trabalha com Vitor Hugo na empresa dos Pantaleão, a Sabor e Luxo. Por não acreditar nas mentiras de Rosália, François pode se tornar uma ameaça aos seus planos. Ou um excelente aliado. Contrariamente, quem não acredita na maldade de Rosália é Benito (Emilio Dantas), amigo de infância da moça e eterno apaixonado por ela. Para Benito, Rosália é apenas uma mulher determinada e tem a esperança de que um dia eles ficarão juntos. Embora também sinta algo pelo rapaz, Rosália jamais se envolveria com alguém tão pobre como ela. O que nenhum dos dois imaginava era que seus caminhos voltariam a se cruzar, muito além da Vila do Antigo Bonde. O fato é que, manipulando e despertando amizades, paixões e ódios, Rosália será capaz de tudo para conseguir seus objetivos.

Os amigos de Xepa

O pequeno bairro da Vila do Antigo Bonde, uma espécie de oásis residencial em meio a tantos arranha-céus, possui todas as características de cidades do interior: amizade e rivalidade entre os vizinhos, romances, fofocas, mistérios e muitos barracos. É lá que também funciona a feira livre onde Dona Xepa trabalha, com sua fiel ajudante Camila (Alessandra Loyola), e se envolve constantemente em barracos com Matilda (Bia Montez), sua já tradicional concorrente. Matilda também vende frutas e é mãe de Dafne (Robertha Portella), mulher obcecada pela fama e que costuma aparecer na feira caracterizada como Mulher Tutti-frutti, para tentar virar uma celebridade. As loucuras de Dafne para conseguir a fama são acompanhadas pela filha dela, Gisele (Ana Clara Pintor) e pelo amigo fiel, Graxinha (Augusto Garcia). Graxinha é o apelido de João da Graça, um mecânico sensível e que enfrentará problemas com o vizinho, que alugará o andar de cima do sobrado onde funciona sua borracharia para montar um spa, local de relaxamento. Trata-se de Robério Escovão (Alexandre Barilari), um sujeito que chega na Vila de forma misteriosa e que deixa muita gente curiosa sobre o seu passado. O trio Dafne, Graxinha e Robério prometem divertidos momentos na trama.

Voltando à feira da Vila, o famoso pastel de Terezinha Cho (Manoelita Lustosa) é um grande chamariz para os fregueses, principalmente por Terezinha garantir que a receita é de sua legítima família japonesa. O problema é que ela não consegue disfarçar o sotaque nordestino. Quem costuma reclamar do cheiro de gordura dos pastéis e, por isso mesmo, vive em pé de guerra com Terezinha, é o italiano Ângelo (Castrinho), dono da padaria. Contando com a ajuda da recatada Inocência (Jeniffer Setti), viúva do padeiro e que se emociona, saudosa, a cada fornada de pães, Ângelo costuma saber tudo o que acontece na Vila, tendo um carinho especial por Dona Xepa. As festas e reuniões costumam acontecer na casa de samba, Chorivaldo, comandada pelo melhor amigo de Xepa, o bondoso Dorivaldo (Bemvindo Sequeira).

Dorivaldo sempre fora o melhor amigo de Esmeraldino, marido de Xepa, que sumiu no mundo sem dar notícias. Esmeraldino virou uma lenda na Vila, cada um tem uma versão própria para o desaparecimento do homem: uns acreditam que ele já tenha morrido, outros afirmam que ele foi visto no exterior e as histórias não param por aí. Mistérios à parte, o fato é que Dorivaldo sempre puxara para si a responsabilidade de amparar Xepa quando ela precisava, se tornando o seu grande amigo e protetor. E por mais que ele alerte a amiga sobre a dedicação exagerada que ela tem pelos filhos, Xepa não admite que ninguém se intrometa nos assuntos familiares dela. 

Se com os filhos Xepa pode ter alguma decepção, com os amigos da Vila do Antigo Bonde ela pode contar em todos os momentos.

O luxo

Além da Xepa, existe o luxo. E Meg Pantaleão (Luiza Tomé) é a maior representante da alta sociedade. Casada com o empresário Júlio César Pantaleão (Mauricio Mattar) e contando com a fidelidade de uma assessora for-all, Lady (Ana Zettel), a socialite não só adora a vida que leva, como faz questão de ostentar sua riqueza em revistas e colunas sociais. Ex-modelo, Meg sempre fora garota-propaganda da empresa que hoje pertence ao marido, a Sabor e Luxo, mas que fora fundada pelo pai da elegante Pérola (Angelina Muniz), esposa de Feliciano e mãe de Isabela. Como Pérola, no passado, tivera um envolvimento com Júlio Cesar, as duas vivem em constante pé de guerra; algumas vezes de forma velada, outras em barracos onde chegam às vias de fato.

A verdade é que Pérola jamais aceitou perder Júlio César para Meg, tampouco perder a empresa para Júlio César, o homem que era o braço-direito de seu pai. Pérola quer vingança e vê no casamento da filha, Isabela, com Vitor Hugo, filho de Júlio César e Meg, uma forma de recuperar o que lhe foi roubado. Mas há muitos segredos entre as famílias, muitos deles conhecidos por Alda (Aracy Cardoso), braço-direito de Pérola, que sempre trabalhara para a família dela. Alguns desses segredos, assim que forem revelados, mudarão completamente o rumo da história.

Com uma história emocionante e uma trama envolvente, Dona Xepa oferece ao telespectador uma variedade de gêneros: romance, humor, ação, drama. A novela tem o objetivo de entreter com qualidade, emocionando e divertindo, surpreendendo a cada capítulo.

 

0 comentários »